quinta-feira, 2 de abril de 2009

X-Men 188-194: Supernovas.


Supernovas.
(X-Men 188-194, julho a novembro de 2006)

Roteiro: Mike Carey
Desenhos: Chris Bachalo, com Clayton Henry
Arte-final: Tim Townsend, Mark Morales e outros
Marvel Comics.

Supernovas, a primeira empreitada de Mike Carey como roteirista da revista X-Men, é um arco que pode ser considerado como “apenas bom”. Não obstante uma pequena confusão que se possa fazer no início, por conta de alguns mistérios que ele lança ao longo das seis edições que contém a trama, e demora muito para desvendá-los, o maior feito de Carey é poder pegar vários personagens secundários da franquia e colocá-los em evidência com excelentes caracterizações.

Apesar de ter durado por pouquíssimas edições, logo após o encerramento deste arco, a equipe formada por Carey conta com Vampira, Cable, Míssil, Homem de Gelo, Mística, Dentes de Sabre, Mestra Mental e Sentinela Ômega. É uma formação um tanto quanto bizarra, tendo em vista que metade dela tem um caráter bastante duvidoso.

Porém, a forma como Mike Carey encontra para inserir vilões como Mística e Dentes de Sabre até que funciona. Pena que, com relação a este último, o escritor Jeph Loeb o tenha usado simplesmente para criar uma história cretina e “definitiva” no título Wolverine (vol. 03), que você pode conferir clicando aqui.

A utilização da vilã Mística, por sua vez, dá o tom no desenvolvimento da personalidade de Vampira que, depois de um certo tempo meio ofuscada, volta a ter o carisma de lhe trouxe a fama. Mas deixo ressalvado aqui que detesto a transformação de vilões em heróis, principalmente nos X-Men, já que a equipe parece sofrer dessa sina. Mas a Mística utilizada por Carey é exatamente aquela que imagino como o ideal para a personagem, cheia de malícia. Ela definitivamente não pode ser considerada como uma heroína nessas histórias do Carey.

O escritor utiliza também várias tiradas nas frases dos personagens, com ironia ou até mesmo perplexidade como, por exemplo, no momento em que um deles afirma sobre a manutenção dos poderes de Dentes de Sabre, após do Dia M: “Milhões de mutantes perderam os poderes naquele dia e você continuou igual? No que Deus estava pensando?”.

No entanto, o grupo de vilões mostrado nessa história, chamado Filhos da Câmara se mantém “misteriosos” por tempo demais. Sua origem de evolução paralela é bastante interessante, mas seus objetivos acabam ficando postergados para as edições finais, o que faz com que o leitor que acompanhou o arco por meio das edições originais (seis meses), acabe ficando um pouco perdido.

Chris Bachalo faz um ótimo trabalho desenhando os X-Men, tirando um ou outro quadro que aparenta ser incompreensível. Suas cenas de ação ficaram muito boas, com destaque aos “efeitos especiais” de quadros com vôo e super-velocidade. Também gosto bastante a forma que ele desenha a Vampira.

Clayton Henry, o desenhista “tapa buraco” (fill in) oficial das revistas X-Men e Uncanny X-Men dessa época, traz um resultado agradável na edição que desenha, porém destoa bastante do estilo de Bachalo. Mais uma vez, a falta de planejamento editorial prejudicou a unidade do arco no quesito arte. Pena que Chris Bachalo é incapaz de desenhar seis edições seguidas nos dias de hoje.

Supernovas, na minha opinião, é um bom início à esta nova fase dos X-Men. Pena que durou pouco e, dentro de poucas edições, já estaríamos diante de uma miscelânea de personagens do universo mutante, sem que possamos considerá-la como uma formação de equipe.



Abraço!

4 comentários:

Noturno disse...

Editei "Homem-Aranha: Um novo Dia", pois não tenho a pretensão de dar continuidade a todas as edições de Amazing nessa nova fase.

Devo editar a imagem inicial de "Ascensão e Queda do Império Shiar".

Depois de Supernova, provavelmente os X-Men voltam com Complexo de Messias. Assim, os arcos "Extremistas", "Infecção Primária", "Condição Crítica" e "Cegos pela Luz" ficarão de fora das revisões.

Abraço!

O Autor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo Palma disse...

Curti o site, Volnei!
Parabéns, cara!

Abracao!

Noturno disse...

Obrigado Marcelo!

Sinta-se a vontade para sugerir ou criticar.

Abraço!!